quarta-feira, 22 de junho de 2016

A REVITALIZAÇÃO DE ESPAÇOS URBANOS DE SÃO LUÍS - UMA PARCERIA MUNICIPAL/ESTADUAL QUE CONTRIBUI COM A SEGURANÇA PÚBLICA.

Ações de requalificação (revitalização) de espaços urbanos, em particular as praças dos bairros em São Luís tem sido implementados por uma parceria governo do Estado do Maranhão e a Prefeitura Municipal de São Luís, com objetivo de propiciar a população novas opções de cultura e lazer e incentivar o turismo.
 
Em realidade, as ações nos espaços urbanos tem permitido a prática de esportes, vez que alguns são contemplados com quadras poliesportivas, equipamentos de ginástica ao ar livre, para a execução de atividades físicas, pista de cooper tem incentivado as pessoas a realizarem caminhadas e corridas tão essenciais nas recomendações médicas, espaços gramados estão sendo utilizados para pic nic, playgrounds para o lazer de crianças, bancos para o descanso e bate papo de idosos, mesa de jogos para recreação, uma maior atenção com o meio ambiente, em face dos cuidados direcionados as plantas e árvores, além da fomentação ao turismo.
Testemunhos da população têm registrado esses grandes benefícios há muito tempo aguardados e que não haviam recebido de outras gestões a devida atenção.
As recuperações preencheram uma lacuna no que tange a um dos direitos básicos, previsto na Constituição Federativa do Brasil, proporcionando as pessoas o lazer para torná-las mais felizes, além de contribuir significativamente para a melhoria da qualidade de vida, da saúde, proporcionando um meio ambiente equilibrado.
Não reside a menor dúvida dos benefícios ganhos pela população, inclusive o lixo que se acumulava nestes locais, causa de inúmeros incômodos, passou a ser acondicionado em locais adequados (lixeiras instaladas) para o recolhimento pelas equipes do poder público municipal.
Embora não se configure como um dos objetivos - a segurança pública - foi uma das áreas mais beneficiadas, vez que nesses espaços, o abandono experimentado ao longo dos anos pelo poder público, permitiu que a vegetação crescesse, tornando-se verdadeiros matagais, a falta de manutenção referente à iluminação pública, criou ambientes escuros, sem coleta regular de lixo, lixões contribuíam para a proliferação de insetos, roedores, mau cheiro  e águas paradas, cujos locais estavam sendo aproveitados por marginais para a prática de delitos como assaltos, uso de drogas e verdadeira favelização, obrigando os moradores das proximidades a conviver com o medo.
O status quo reinante ao longo de vários anos expôs a população e obrigou a polícia a direcionar atenção especial aos referidos locais, em razão dos freqüentadores contumazes, genericamente, serem pessoas que vivem à margem da lei.
Com a revitalização, o policiamento atualmente realizado vai de encontro a filosofia de polícia comunitária, pois, em geral é um tipo de atividade policial onde o objetivo primordial é a criação de laços de confiança com a comunidade freqüentadora, pessoas que  seletivamente, as utilizam para atividades saudáveis.
São essas ações que refletem o direcionamento correto adotado pelo poder público que acerta nos objetivos e na solução das conseqüências.

                                                    São Luís - MA, 21 de junho de 2016.

Carlos Augusto Furtado Moreira
                                                                  Especialista em Gestão Estratégica em Defesa Social.
                                                Especialista em Cidadania, Direitos Humanos e Gestão da Segurança Pública.

 

 

Caros amigos

Poder expressar-se é a oportunidade de compartilhar conhecimentos adquiridos ao longo de nossa existência, portanto, sejam benvindos as minhas considerações profissionais.